Imagética orientada e a simulação mental

De uma forma geral, somos bons a imaginar coisas, por exemplo, ações futuras ou cenários hipotéticos. Estas situações imaginadas são automáticas e não costumam ser estruturadas.

A imagética é o termo usado pelos psicólogos para descrever as estratégias, relacionadas com a capacidade de imaginação, que são usadas para aumentar a motivação para pôr em prática ações dirigidas a objetivos. Geralmente, envolvem exercícios orientados por um facilitador, em que se imagina ou visualiza o sucesso no desempenho de um comportamento desejado ou os sentimentos e emoções experienciadas ao desempenhar o comportamento, bem como o seu resultado final.

A imagética orientada e a simulação mental, é realizada através de um “exercício” em que a pessoa cria uma imagem mental dinâmica dela própria a executar o comportamento desejado. Neste exercício, a pessoa visualiza as suas ações em “tempo real”, o mais realista possível, prestando atenção aos detalhes importantes e tentando imaginar o que está a sentir nesse momento.

Vou dar-lhe um exemplo real da minha experiência: Alguém está a terminar o seu mestrado e chega a altura de fazer a apresentação pública da sua dissertação. Está em pânico, a tal ponto de quer desistir do curso. Através da imagética orientada e a simulação mental, foi possível “levá-la” a vivenciar todo o cenário, “ver” a sala, os seus pares, o júri e o público na plateia. Dessa forma com técnicas de respiração e relaxamento, a pessoa foi “visitando” várias vezes o ambiente, “viu-se” a apresentar a dissertação com segurança e de uma forma tranquila e foi-se simplesmente acostumando. Nas suas próprias palavras quando terminou a verdadeira apresentação, disse: “Correu-me tão bem! Já tinha feito isto tantas vezes!”

A imagética é um método relativamente simples e de baixo custo, que visa promover a motivação e a autoeficácia para mudar comportamentos.

 

Se lhe faz sentido ou simplesmente gostaria de saber mais, entre contato comigo.